Quarta Feira,08 de Julho de 2020 São 10h45

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Ponte de madeira quebra e carreta cai no rio Teles Pires

22/04/2020 - 13:13:27

Uma carreta carregada com soja ficou pendurada em uma ponte de madeira, conhecida como “Ponte do Paiol” sobre o Rio Teles Pires, entre Paranatinga (373 km ao Sul) e Santa Rita do Trivelato (445 km ao Norte). O acidente ocorreu na manhã de terça-feira (21) e o veículo ainda não foi retirado do local. A ponte tem mais de 200 metros e é importante rota de escoamento da produção agrícola da região.

Apesar do susto e da carroceria da carreta ter ficado destruída, não houve feridos. Um cinegrafista amador gravou a carreta parcialmente dentro do rio e diz que “era visto que iria acontecer isso aí”.

O prefeito de Santa Rita, Egon Hoepers (PSD), informou que nesta quarta-feira (22) irá ao local com o secretário de Obras avaliar o dano causado e avaliar o que pode ser feito para consertá-la. Ele frisa que a travessia está em uma rodovia estadual (MT 240) e que a obra é de responsabilidade da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

“O que podemos é fazer uma parceria. Vamos avaliar a situação, mas o Estado é que precisa fazer os reparos”, pontua o gestor.

O chefe do Executivo municipal ressalta que a última reforma realizada na ponte ocorreu em 2008 e que ela passa por troca da madeira periodicamente. A travessia fica exatamente na divida entre Santa Rita, Paranatinga e Rosário Oeste, sendo muito utilizada para o transporte de grãos produzidos na região.

A Sinfra foi procurada e encaminhou a seguinte nota:

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) informa que tomou conhecimento da queda da ponte de madeira na MT-240, sobre o Rio Teles Pires, e já entrou em contato com a Prefeitura de Santa Rita do Trivelato para que juntos possam fazer o projeto e o orçamento para reconstruir o trecho afetado.

A Sinfra ressalta ainda que a referida ponte não suportou o peso excessivo da carreta, muito acima da capacidade permitida para o local, de 20 toneladas, e vai tomar providências para responsabilizar os envolvidos.

Fonte:Jessica Bachega-Gazeta Digital