Quarta Feira,08 de Julho de 2020 São 09h09

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Vigilância Ambiental faz apelo para a população limpar seus quintais e suas calhas

Além do trabalho de prevenção e visitas às casas, os agentes têm realizado os bloqueios para eliminar o mosquito da dengue mais de 300 litros de veneno já foram utilizados na cidade.
05/06/2020 - 16:08:36

A equipe da Vigilância Ambiental de Vera vem intensificando o trabalho de prevenção e combate ao mosquito Aedes Aegypti transmissor da dengue mesmo no período de seca os trabalhos da equipe não para. Durante todo o ano são realizados seis ciclos de Levantamento de Índice Rápido do Aedes (LIRA). Os agentes estão realizando o terceiro ciclo em Vera. Neste período a equipe da Vigilância tem realizado o trabalho efetivo de prevenção e combate, passando nas casas das pessoas e realizando palestras educativas, além do fazer o bloqueio com o fumasse. Quem falou um pouco do trabalho que vem sendo realizado foi o coordenador da Vigilância Ambiental, Samuel Raimundo da Silva.

“Estamos realizando o terceiro ciclo, nos fazemos seis ciclos por anos que são as visitas dos agentes da vigilância nas residências. Em cada ciclo são realizadas de 3500 a 3600 visitas. E neste terceiro ciclo nós já visitamos 2600 e poucas visitas dos agentes. Essas visitas são domiciliares nas residências. Hoje ao todo somos 5 agentes e cada agente tem um setor e cada setor tem de 900 a 1 mil imóveis que o agente precisa visitar e cada dois meses nós realizamos um ciclo. E estamos realizando também o trabalho de bloqueio com o fumasse. Quando as unidades de saúde do nosso município fazem a notificação dos casos de dengue, imediatamente essa notificação é encaminhada para os agentes que pega essa notificação e vai para o endereço fazer o trabalho de inspeção e bloqueio. E de janeiro até hoje nós fizemos vários bloqueios e já gastamos cerca de 300 litros de veneno que passamos em mais de 360 quarteirões que dá mais de 7200 casas em que foram borrifadas o veneno, e não temos achado muita água parada nos quintais por que já estamos no período da seca, mas o melhor remédio ainda é a prevenção”, destacou Samuel. 

O coordenador pediu mais uma vez o apoio dos moradores de Vera para combater o mosquito da dengue. “Não podemos deixar criar focos nos quintais das residências, nos terrenos baldios, nos comércios e outros como barracões e escolas. Nada melhor do que a prevenção vamos aproveitar essa quarentena do coronavírus em que muitas pessoas estão em casa e vamos fazer o trabalho de inspeção nos seus quintais retirando apenas 5 minutos por dia eu tenho certeza que você consegue dar uma olhada no fundo do seu quintal em sua casa para ver se encontra algum foco que possa ser eliminado. Não espere só pelo poder público, pela Prefeitura, pelas Secretarias ou pelo servidor público este trabalho tem que ser feito pelo cidadão porque ele é o responsável pela casa onde ele mora”, ressaltou. 

Ele finalizou pedindo que a população aproveite o período das secas para limpar e cuidar não só do seu quintal, mas também das calhas de suas casas. Pois os agentes nas visitas não tem encontrado focos de criadouros dos mosquitos, pois os mesmos podem estar escondidos nas calhas que muitas vezes ficam debaixo de telhas ou de árvores onde mesmo com o tempo mais seco ainda fica úmido podendo ser um criadouro do mosquito da dengue.

Fonte:Dieny Vieira