Sábado,04 de Julho de 2020 São 18h25

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Por politicagem vereadores da oposição ameaçaram o futuro de Vera

Por pouco o município de Vera perdeu a possibilidade de atrair novas indústrias com a criação do distrito industrial. O projeto de lei executivo 040/2011 com a finalidade de criar o Distrito Industrial para fins de instalação de unidades industriais...
20/02/2012 - 09:30:00

Por pouco o município de Vera perdeu a possibilidade de atrair novas indústrias com a criação do distrito industrial. 

O projeto de lei executivo 040/2011 com a finalidade de criar o Distrito Industrial para fins de instalação de unidades industriais, comerciais e de prestadores de serviços foi aprovado em 1ª e única votação, na sessão do dia 13, por 5 votos a 4, apenas 1 voto de diferença.

A oposição votou contra o projeto de lei são eles; vereadores Paulo Sérgio (PT), Kerllin Boeing (PSDB), Marco Novo (PT) e Luis Matias Xavier (PT). 

Ficou totalmente evidente que o voto contrário foi por questões políticas. Como diz um site local “Não se julga mais o mérito das questões”. 

Faço essa afirmação baseada na retrospectiva abaixo: 

Vale lembrar que no ano de 2010, todos os vereadores com exceção de Luis Matias Xavier (suplente) aprovaram o projeto de lei 044/2010 autorizando a prefeitura municipal receber em doação a área para a implantação do distrito industrial, ou seja, esse projeto especificou com clareza no parágrafo 2º que a área em doação seria utilizada somente para a criação do distrito industrial.

Contudo todos os vereadores eram cientes que a criação do distrito industrial iria se realizar conforme eles mesmos concordaram ao aprovar em 2010 o projeto para essa finalidade.

Os vereadores da oposição basearam o voto contrário na seguinte explicação:

“Seria preciso um debate popular através de uma audiência pública para que obtivessem mais informações sobre o projeto”.

Dá para entender que esse argumento não passou de uma ‘desculpinha’ pois voltando na minha retrospectiva essa audiência poderia ser realizada 1 ano atrás quando os mesmos vereadores que votaram contra agora votaram a favor em 2010 autorizando a prefeitura municipal receber em doação a área para a implantação do distrito industrial conforme o parágrafo acima .

“Eles alegaram ainda que têm ‘medo’ de ser criada outra cidade no local onde será instalado o distrito industrial”.

Outro pretexto que não condiz com a realidade já que no Distrito Industrial será permitido somente a instalação de indústrias e uma casa por indústria que seria ocupada pelo gerente ou qualquer outro funcionário da indústria.

A oposição utilizou também o argumento que por se tratar de uma briga judicial poderia haver um problema no acordo judicial e com isso viesse a ter problema na área o que acarretaria na impossibilidade de indústrias se instalariam no local.

O argumento é totalmente “fajuto”, pois houve o acordo judicial isso significa ‘acordo entre ambas as partes’ ‘entendimento entre ambas as partes’ e sentenciado por um juiz, portanto não há possibilidade de voltar atrás no acordo. E, a área já está em poder da prefeitura.

Contudo dá a entender que o período eleitoral já começou cedo para os vereadores da oposição que por ciumeira da possibilidade de viabilizar a instalação de diferentes indústrias com a criação do distrito industrial votaram contra o projeto de lei.

Votaram a favor da criação do distrito industrial os vereadores da base são eles; presidente da câmara, Enio Hepp – DEM (que desempatou o voto a favor), Edson Bormann - DEM, Geraldo Jr. Camilo - PR, Antonio Pena Fiel – PR e Erivaldo de Oliveira - PTB.

Para eles, essa é a oportunidade de gerar emprego e renda para o município bem como aumentar a arrecadação do município. Os vereadores citaram ainda que Vera está fora do eixo da Br 163 e que por isso nenhuma empresa veio a se instalar no município até o momento. A idéia com a área no entroncamento da Br 163 e MT 225 é atrair indústrias.

Sem dúvida alguma o município dá um importante passo para o crescimento com a criação e regulamentação da referida área que é plausível e atraente para as indústrias se instalarem em nosso Município.

O distrito industrial fica localizado no Entroncamento da Br 163 e MT 225. O imóvel rural é de 100,4270 há ( cem hectares, quarenta e dois ares e setenta centiares), desmembrado do imóvel denominado Fazenda Sodema.

Entenda por que será criado o Distrito Industrial em Vera/MT.

O imóvel a ser utilizado para o Distrito Industrial faz parte de um acordo judicial entre prefeitura e o proprietário da área.

Em 2008 o município de Vera se propôs a comprar a área para implantação do frigorífico, mas não obteve êxito.

Então, no ano de 2009 a prefeitura entrou com o pedido de desapropriação da área para construir o aterro sanitário.

Em 2010 a briga judicial teve seu desfecho, foi então, extinguido a ação de desapropriação e na contrapartida, o município recebeu em doação 100,4270 há com a finalidade de implantar o Distrito Industrial.

Fonte:Cristiane Guerreiro