Domingo,12 de Julho de 2020 São 21h00

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Vorayuth Yoovidhya, herdeiro da Red Bull paga fiança e é solto

Policial morreu após moto ser atingida pelo carro de luxo
04/09/2012 - 14:26:00

Vorayuth Yoovidhya, neto do cofundador da empresa de bebidas energéticas Red Bull, o bilionário tailandês Chaleo Yoovidhya, foi liberado pela polícia tailandesa após pagar uma fiança de US$15.900 (R$ 32.400). Ele havia sido preso na madrugada de segunda-feira (3) após atingir um policial que estava em uma moto com sua Ferrari em Bangcoc e fugir do local. O policial morreu.

Yoovidhya, de 27 anos, admitiu estar dirigindo a Ferrari, mas disse que o policial o fechou abruptamente com sua moto, o que levou ao acidente. Segundo testemunhas, o carro arrastou o policial por dezenas de metros, e depois fugiu do local.

A libertação do herdeiro com o pagamento de uma fiança relativamente baixa para suas condições provocou um debate na Tailândia sobre como as pessoas ricas conseguem escapar da cadeia.

Antes da prisão de Yoovidhya, a polícia local chegou a prender outra pessoa como suspeita do crime, em uma tentativa de encobrir o envolvimento do herdeiro. Depois, o comissário de polícia de Bangcoc, Comronwit Toopgrajank, suspendeu o responsável pela prisão errônea.

Yoovidhya foi encontrado após a polícia seguir o rastro deixado pelo vazamento de gasolina na pista, o que levou à casa onde estava estacionada a Ferrari. Na segunda, a polícia local informou que o herdeiro seria processado por atropelamento com morte, por fugir e por não informar as autoridades, podendo ser condenado a uma pena de prisão máxima de 10 anos e a uma multa.

Seu avô, Chaleo Yoovidhya, que morreu em março aos 89 anos, deixou uma fortuna calculada em US$ 5 bilhões em 2011.

Yoovidhya criou a Red Bull em 1984 com o austríaco Dietrich Mateschitz. Atualmente, a empresa também é proprietária de dois clubes de futebol, o Red Bull Salzburgo na Áustria e o New York Red Bulls nos Estados Unidos, além de uma equipe de Fórmula 1.

Fonte:G1