Quarta Feira,23 de Setembro de 2020 São 13h23

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Após repercussão negativa, Operário desiste de contratar Bruno

22/01/2020 - 19:48:15

O Operário de Várzea Grande desistiu de contratar o goleiro Bruno Fernandes para a temporada 2020. 

A informação consta em nota encaminhada pelo clube à imprensa na tarde desta quarta-feira (22). 

"Pelo presente, viemos comunicar que o Clube Esportivo Operário Várzea-Grandense não contratará o atleta Bruno Fernandes das Dores de Souza", diz trecho da nota.   

Assim que surgiram notícias de que o goleiro Bruno Fernandes poderia ser contratado pelo Operário, ativistas do movimento feminista repudiaram a negociação. 

Além disso, patrocinadores masters do Campeonato Mato-grossense de Futebol pediram para que seus nomes não estampassem a camisa do clube. 

Nesta terça-feira (21), antes da estreia do clube no campeonato, no Estádio Dito Souza, dezenas de mulheres protestaram contra a contratação do goleiro.

A dona de casa Sonia Moura,  mãe da modelo Eliza Samúdio, que foi morta a mando do goleiro, também fez um apelo para que o time revisse sua decisão.

Bruno, que já defendeu o Flamengo e o Corinthians, foi preso em setembro de 2010 e condenado em março de 2013 a mais de 20 anos de prisão pelo homicídio triplamente qualificado da modelo, com quem ele teve um filho.  

Ele conseguiu a progressão de pena do regime fechado para o semiaberto em 19 de julho do ano passado após uma decisão da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha (MG). 

Na última sexta-feira (17), a Justiça de Minas Gerais havia autorizou o goleiro a cumprir a pena em Mato Grosso e trabalhar no clube. 

Veja a nota do Operário em anexo: 

Fonte:Thaiza Assunção -Midia News