Segunda Feira,19 de Novembro de 2018 São 01h06

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Eleito bola de Ouro, Modric diz que nem sempre ganha o melhor e foge do assunto arbitragem: "Não vai mudar"

13/07/2018 - 09:30:44

Luka Modric vai deixar a Rússia com um troféu. Mas não exatamente o que mais desejava. Eleito Bola de Ouro da Copa do Mundo, o capitão da Croácia afirmou após a derrota para a França, na decisão da mundial, "que nem sempre o melhor ganha". A seleção foi derrotada por 4 a 2 neste domingo, em Moscou.

- Como jogamos hoje, como crescemos nesse mundial... saímos com a cabeça erguida. Não é fácil perder uma final. Nós demonstramos foco, mas nem sempre ganha o melhor. Por isso, o futebol é o melhor esporte do mundo. Quando se perde, não é fácil. Tentamos acertar. Temos que estar orgulhosos, sair de cabeça erguida. Demos tudo. Deixamos no campo tudo que pudemos - decretou o craque.

No foco após lances polêmicos nos dois primeiros gols da França, a arbitragem não foi tema discutido por Luka Modric. Embora não deixe de alfinetar levemente, o meio-campo croata se esquivou de criticar duramente o árbitro Néstor Pitana.

 

- Não vi (o lance), mas me disseram que não foi (pênalti). E no primeiro gol não foi falta. Mas já está feito. Eu não gosto muito de falar de arbitragem porque não se pode mudar nada depois da partida - finalizou.

 

O vice-campeonato foi o melhor desempenho da Croácia na história das Copas do Mundo. O resultado supera a geração de Davor Suker, que ficou com o terceiro lugar na França, em 1998.

Fonte:globoesporte