Terça Feira,18 de Dezembro de 2018 São 10h09

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Governo quita parte dos débitos do Hospital Regional de Sorriso

25/05/2017 - 15:20:50

A Secretaria de Estado de Saúde começou a quitar algumas das dívidas acumuladas pelo Hospital Regional de Sorriso. Apenas hoje foram liberados pagamentos de fornecedores na ordem de R$ 2 milhões. A medida urgente faz parte do pacote para tentar colocar as contas da principal unidade de saúde do Nortão em dia.

Informações repassadas de uma fonte apontam apenas uma empresa prestadora de serviço teve a ordem de pagamento de R$ 372 mil. Uma empresa de pediatria recebeu R$ 24 mil e várias outras ordens de pagamento. As dívidas acumuladas pela unidade de saúde seriam na casa dos R$ 8 milhões. Alguns fornecedores estariam deixando de vender alimentos, oxigênio e demais produtos devido a falta de pagamentos. Segundo a direção, este dinheiro foi liberado aos fornecedores que entregaram as notas até o dia 30 de abril.

Os médicos contratados para realizar atendimentos na unidade estão sem receber há vários meses e chegaram a protocolar um ofício reclamando da situação. Eles também alegavam que não havia materiais básicos para atender os pacientes e nem medicamentos. Os atendimentos de urgência e emergência continuam.

Ontem, os prefeitos Ari Lafin, de Sorriso, e Rosana Martinelli, de Sinop, estiveram com o governador Pedro Taques expongo a gravidade do problema no hospital, que atende pacientes de 15 cidades da região. A previsão do governo é até o final de junho colocar em dia os repasses para os hospitais regional e o montate do passivo é de R$ 165 milhões.

Na segunda-feria, conforme Só Notícias já informou, prefeitos e vereadores se reuniram em Sorriso e uma parte resolveu 'radicalizar' e fechar a BR-163, esta tarde, como forma de pressionar o governo a quitar os débitos.

Outro lado
Em nota encaminhada ao Só Notícias anteriormente, a secretaria estadual afirmou que estaria liberando o valor de R$ 54 mil para o pagamento de um fornecedor de alimentos para o Hospital Regional de Sorriso. “Como a secretaria já havia informado anteriormente, a nota fiscal foi emitida em março deste ano, mas a direção do hospital somente enviou a nota para o financeiro da secretaria neste mês de maio. Uma nota fiscal de outro fornecedor de R$ 13,4 mil enviada este mês, também referente a março, está pendente de pagamento porque faltou uma certidão, que já está sendo providenciada pela direção para que o valor seja pago. Em relação à lavanderia, houve um entendimento para que os serviços sejam mantidos, já que até sexta-feira parte do valor pendente será quitado. A Secretaria de Estado de Saúde também informada que está fazendo um levantamentos dos pagamentos feitos a fornecedores no período de janeiro e fevereiro mediante bloqueio judicial de R$ 3.142.082,33 para que não haja pagamento em duplicidade, já que a quitação dos débitos é feita diretamente pela direção dos hospital".

Fonte:Só Notícias