Segunda Feira,22 de Abril de 2019 São 00h19

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Morte de peixes no Rio Teles Pires foi causada por alteração na turbidez da água, diz Sema

08/02/2019 - 06:48:25

Peixes são encontrados mortos e usina diz que animais são recolhidos para perícia

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) informou que as investigações iniciais apontaram que a morte de peixes no Rio Teles Pires, no município de Itaúba (a 580 quilômetros de Cuiabá), foi causada pela alteração de turbidez da água, ocasionada durante a operação de fechamento da quinta adulfa e abertura de três vertedouros da Usina Hidrelétrica de Sinop. A pasta prometeu sanções contra o empreendimento.

Em nota, a secretaria informou que os técnicos da pasta estão acompanhando em tempo integral o evento ocorrido na UHE Sinop e realizando o levantamento da extensão do dano causado à ictiofauna do rio Teles Pires para seja possível adotar as medidas sancionatórias cabíveis em desfavor do empreendimento Usina Hidrelétrica de Sinop.

Leia também:

Peixes são encontrados mortos no Teles Pires após abertura de comporta de usina hidrelétrica

As investigações iniciais apontam que a mortandade de peixes foi causada pela alteração de turbidez da água, ocasionada durante a operação de fechamento da quinta adulta e abertura de três vertedouros.
 
Por conta do fato, o empreendimento foi notificado a recolher todos os peixes e coloca-los em câmara fria para contagem e perícia, dados que irão subsidiar os autos da Sema, refletindo com precisão o dando ambiental causado.
 
A Sinop Energia recebeu a autorização para iniciar o enchimento do lago em 30 de janeiro. Todo o processo de represamento da água é acompanhado por uma equipe multidisciplinar de profissionais tanto da sede, quanto da unidade regional da Secretaria em Sinop, do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMPA) e Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema).
 
O objetivo da supervisão é realizar um intenso monitoramento das condicionantes estabelecidas, assegurando respostas rápidas caso ocorra alguma intercorrência durante o enchimento.
 
Na última segunda-feira (04), 24 horas após abertura da primeira das comportas do vertedouro e fechamento das adufas, foram constatadas mortes de peixes a jusante do barramento, no município de Itaúba.
 
A Sinop Energia asseverou que uma série de providências foram tomadas, tais como aumento imediato de barcos e funcionários especializados para monitoramento detalhado e resgate ictiofauna a jusante (abaixo da barragem).
 
Turbidez da água
 
Uma importante propriedade da água é a turbidez, a qual está diretamente relacionada à sua qualidade como água doce e potável. Ela representa a propriedade óptica de absorção e reflexão da luz, e serve como um importante parâmetro das condições adequadas para consumo da água.
 
A turbidez é causada por partículas sólidas em suspensão, como argila e matéria orgânica, que formam coloides e interferem na propagação da luz pela água.
 
Enchimento de reservatórios
 
Para que esses procedimentos fossem iniciados, o empreendimento realizou o remanejamento das famílias envolvidas e obras de alteamento na BR-163. A suspensão da vegetação foi concluída em toda a área com autorização do órgão ambiental.
 
Com investimentos na casa de R$ 2,8 bilhões em ativos, a Usina Hidrelétrica Sinop está sendo implantada entre os municípios de Cláudia e Itaúba, no rio Teles Pires, estado do Mato Grosso. Com o reservatório sendo formado nos municípios de Sinop, Cláudia, Sorriso, Itaúba e Ipiranga do Norte, terá capacidade para gerar 401,88 megawatts (MW) de energia, o suficiente para abastecer uma cidade com 1,6 milhão de habitantes.

Fonte:Wesley Santiago/Olhar Direto