Quarta Feira,08 de Julho de 2020 São 09h30

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Quatro nomes despontam como mais cotados ao TJ na OAB

16/06/2020 - 09:10:27

Após sanção da lei que cria mais 9 vagas para desembargadores no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), membros da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT) já se articulam para estar entre os 6 nomes que devem ser indicados pelo Conselho da OAB-MT.

A reportagem do jornal A Gazeta apurou que nomes de advogados como Flaviano Taques, Sebastião Almeida, Cláudio Alves Pereira e Ulisses Rabaneda estão entre os mais cotados para a vaga.

Uma das 9 vagas abertas no TJMT serão de indicação da OAB por conta de um dispositivo da Constituição brasileira de 1988, o artigo 94, conhecido como ‘quinto constitucional’. A lei determina que um quinto das vagas de determinados tribunais brasileiros seja preenchido por advogados e membros do Ministério Público (Federal, do Trabalho ou do respectivo Estado, caso se trate respectivamente da justiça federal, do trabalho ou estadual), e não por juízes de carreira.

Além dos nomes já citados, que articulam pessoalmente para conseguir a indicação, também constam como nomes cotados Francisco Faiad, Renato Vianna, João Celestino, Claudio Stabile, Ricardo Almeida, André Stumpf e André Pozetti. A lista, porém, é muito maior, por conta do grande interesse que envolve a vaga. Até mesmo o nome da ex-procuradora do Estado, Gabriela Novis Neves, pode aparecer como uma surpresa na lista de 6 nomes da ordem.

Gabriela pode entrar na lista em um movimento da OAB para prestigiar aqueles que atuam na advocacia pública, como procuradores do Estado e defensores públicos. Este tipo de seleção acontece dentro da ordem e não é incomum que alguns destes nomes tornem-se favoritos.

Depois de escolhidos os 6 nomes, a lista da OAB é submetida ao TJMT que, em seguida, deve escolher apenas três entre os já selecionados pelo Conselho da OAB do Estado. É, nesta lista de três advogados, que o governador Mauro Mendes (DEM) deverá selecionar um dos 9 novos nomes para as vagas de desembargadores abertas pela corte estadual.

Fonte:Lázaro Thor Borges- Gazeta Digital