Segunda Feira,19 de Agosto de 2019 São 21h32

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Retomada das obras de cadeia no Nortão depende de capacidade financeira, diz secretaria

03/06/2019 - 12:52:25

A secretaria de Segurança Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH) confirmou, ao Só Notícias, que a retomada das obras do Centro de Detenção Provisória de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop) depende de capacidade financeira do governo do Estado. Segundo a assessoria, as obras estão paralisadas e foram executados, até o momento, 71,97% do projeto.

O complexo prisional é composto por dois prédios, que consistem no núcleo administrativo, alojamento, sala de controle e revista, edificação de apoio aos internos, departamento de saúde, área de serviço e parlatório.

Centro de Detenção Provisória de Peixoto de Azevedo que começou a ser construído na gestão do ex-governador Pedro Taques tem capacidade máxima para 256 reeducandos e deve receber detentos encaminhados pelas polícias de Matupá, Guarantã do Norte, Apiacás dentre outras cidades.

De acordo com a secretaria, Mato Grosso tem hoje mais de 60% dos presos provisórios nas unidades prisionais. Atualmente, o sistema prisional mato-grossense abriga 11.440 reeducandos em 55 unidades, que têm capacidade de abrigar 6.341. Os dados são do Tribunal de Contas do Estado.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: José Medeiros)

Fonte:Só Notícias/Cleber Romero