Sábado,16 de Fevereiro de 2019 São 00h48

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Aécio confirma que Taques se filia ao PSDB e diz que é "grande conquista"

18/08/2015 - 22:56:20

O senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, acaba de anunciar, em Brasília, que o governador de Mato Grosso, Pedro Taques, vai se filiar no partido. A solenidade será no próximo dia 29, em Cuiabá. “Depois de inúmeras conversas e convites por mim, pelo ex-presidente Fernando Henrique e vários líderes políticos, quero anunciar a filiação do governador de Mato Grosso, Pedro Taques. Em muito pouco tempo no Senado, mostrou sua qualidade intelectual e extraordinária coragem para defender suas posições, muitas vezes em dissonância daquilo que o seu partido orientava”, disse o senador tucano em pronunciamento oficial. "É uma grande conquista para o nosso partido. Taques é líder político muito respeitado por sua honradez, ética. É um governador que está inovando na gestão pública. É um reforço de altíssima qualidade".

O senador creditou a articulação ao PSDB de Mato Grosso e tenho "que enaltecer a luta do nosso deputado Nilson Leitão que é nosso líder na Câmara", acrescentou.

O governador também vai fazer parte da executiva nacional. A tendência é de Taques atrair diversos prefeitos, deputados, vereadores para o PSDB.

Taques bateu martelo para entrar no PSDB no domingo, em encontro com o presidente do partido em Mato Grosso, Nilson Leitão, que fez 'a ponte' com Aécio e a cúpula nacional. Ele passa a ser o principal líder do partido no Estado e sua filiação também é considerada uma conquista política histórica para o PSDB, articulada por Leitão, que também foi um dos principais articuladores da candidatura de Taques a governador. O PSDB fosse o primeiro partido a se aliar com o PDT e apoiá-lo.

"Taques escolheu o PSDB por sua relação de amizade com o partido no Estado e com seu bom relacionamento com os líderes nacionais do partido. Pedro apoiou o Aécio no primeiro e segundo turnos das eleições presidenciais. Nos últimos tempos, é filiação mais ilustre no PSDB", analisou Leitão, ao Só Notícias. "Nos fortalecemos para a eleição presidencial", emendou. "Agora, o eixo dos Estados produtivos do Brasil, de São Paulo ao Pará, passa a ter governadores do PSDB", acrescentou.

Pedro Taques passa a ser o sexto governador tucano. Geraldo Alckmin comanda São Paulo, Beto Richa, o Paraná, Marconi Perillo, Goiás, Simão Jatene, o Pará, Reinaldo Azambuja, do Mato Grosso do Sul. O último governador tucano a comandar Mato Grosso foi Dante de Oliveira, em 2002.

O governador confirmou, há uma semana, a saída do PDT, onde militou vários anos e se elegeu senador, tendo cumprido 4 anos e disputado, ano passado, o governo estadual. Caiu fora da sigla pedetista por discordar, desde quando estava no Senado, com a permanência na base aliada do governo Dilma, alvo de suas criticas devido os casos de corrupção e inércia em vários setores. Além do PSDB, Taques avaliava se filiar no PSB, comandado em Mato Grosso, pelo prefeito Mauro Mendes, um dos seus principais aliados.

Fonte:Só Notícias