Domingo,12 de Julho de 2020 São 09h50

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Deputados elegem nova mesa diretora para o biênio 2021-2023

A nova mesa diretora foi eleita em votação remota nesta quarta-feira (10), com 22 votos favoráveis.
10/06/2020 - 14:01:26

De forma tranquila e seguindo as orientações por conta da pandemia do coronavírus, foi eleita em sessão remota na manhã desta quarta-feira (10), com 22 votos favoráveis, um não e uma abstenção, a nova mesa diretora dos trabalhos da Assembleia Legislativa para o biênio que terá início em fevereiro de 2021 e seguirá até janeiro de 2023.

A chapa "União e Trabalho" foi eleita com 22 votos e é formada pelo presidente Eduardo Botelho (DEM), reeleito presidente, deputada Janaína Riva, como vice-presidente, Max Russi (PSB), como primeiro-secretário, Wilson Santos (PSDB), segundo vice-presidente, Valdir Barranco (PT), 2º secretário, deputado Claudinei Lopes (PSL), 3º secretário e Paulo Araújo (Progressistas), como 4º secretário.

Conforme o regimento interno, para ser eleita a chapa necessitava de maioria absoluta dos votos, ou seja, 13 votos. Os 24 deputados votaram de forma presencial em sessão remota. A chapa é bastante semelhante àquela que comandou a Casa no biênio anterior, com exceção do segundo vice-presidente, que passa a ser o deputado Wilson Santos e do 3º secretário, com o deputado Delegado Claudinei. A votação começou às 9h20 e durou cerca de 40 minutos.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), foi o único a fazer uma fala depois da votação. Botelho destacou a participação dos deputados na eleição. “Neste momento, em especial, quero agradecer os deputados, que me concedem a terceira oportunidade de presidir o Parlamento. Também quero agradecer os dois deputados que não votaram em mim. Nunca quis ser unanimidade nesta casa. A unanimidade nunca é boa. A diversidade nesta casa tem que prevalecer”, disse.

“Estamos vivendo um momento que achava que nunca ia viver em minha vida”, disse o parlamentar por conta da pandemia do coronavírus. “Assumimos esta casa calcados em três pilares, administrativo, tecnologia e cultural. O administrativo para valorizar o servidor e esta Casa de Leis, o tecnológico para dotar de estrutura moderna e eficiente, e o cultural que se perpetua na história”, destacou.

O presidente Botelho fez questão de argumentar que a Assembleia vai continuar “trabalhando corajosamente para enfrentar os problemas, para continuar os debates sobre os desafios que o Estado ainda tem na segurança, na educação, no meio ambiente, na infraestrutura e, principalmente, da industrialização, que até hoje ninguém deu um passo para fazer nada. Nós temos nesta casa, a obrigação de pegar essa luta para gerar emprego e renda no Estado”, disse.

Botelho disse que, “se até aqui houve erros, não podemos mudar o passado, mas podemos fazer um futuro melhor. O presidente da Assembleia encerrou citando a Bíblia: “Josué foi sucessor de Moisés e estava indo com seu povo em grandes lutas. No momento que ele titubeou, teve dúvidas, Deus falou: não fui eu que ordenei a você, seja forte e corajoso, porque o senhor seu Deus estará com você aonde for e andar”, completou.

 

Fonte:FLÁVIO GARCIA / Secretaria de Comunicação Social