Quarta Feira,26 de Junho de 2019 São 04h04

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Mauro Mendes quer alterar destinação de recursos do novo Fethab

10/04/2019 - 15:41:29

Pouco mais de dois meses após criar o novo  Fundo Estadual e Transporte e Habitação (Fethab), o governador de Mato Grosso Mauro Mendes (DEM) enviou à Assembleia Legislativa, para apreciação em regime de urgência, a mensagem 65/2019, que tem como intuito alterar a destinação dos recursos arrecadados pelo fundo.

A matéria busca modificar o inciso que versa sobre a destinação de 10% dos recursos do Fethab para realização de projetos e investimentos com a participação da Empresa Mato-grossense Especializada em Parceria Público Privada (MT Par).

A nova redação, se aprovada pelo Legislativo, pretende destinar tais recursos para a Saúde Pública do Estado, excepcionalmente em 2019 e enquanto durar a situação de calamidade financeira decretada pelo Executivo Estadual.

“O objetivo da presente minuta é garantir, em caráter excepcional, novas fontes para financiamentos das ações de saúde, haja vista a gravíssima crise financeira pela qual passa a referida área”, justificou o governador na mensagem.

À época das discussões sobre a criação de um novo Fethab, com uma maior taxação do agronegócio, um dos principais questionamentos dos representantes do setor era justamente quanto à utilização dos recursos para finalidades que não fossem transporte e habitação, que dão nome ao fundo.

Alvo de Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia Legislativa por supostos desvios de finalidade do Fethab, o ex-governador Pedro Taques (PSDB) chegou a declarar que um dos motivos pelos quais teria decidido não renovar o Fethab 2, que se encerrou em 31 de dezembro de 2018, seria “acabar com as conversas” sobre o assunto. 

Ainda em 2018, o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) – hoje responsável pelo Escritório de Representação de Mato Grosso (Ermat) em Brasília – disse que os desvios praticados por Taques no Fethab foram o estopim para que renunciasse ao cargo de vice.

Fonte:Gabriela Galvão - O Livre