Domingo,15 de Dezembro de 2019 São 22h53

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Criança é levada morta para hospital; mãe e namorada são presas

27/11/2019 - 16:44:01

O menino Davi Gustavo Marques de Souza, de 3 anos de idade, morreu em Nova Marilândia (392 km de Cuiabá), por suspeita de maus-tratos. A mãe da criança, L.M.F, de 25 anos, e a namorada dela. F.P.B, de 22 anos, foram presas na noite desta terça-feira (26).

Segundo a polícia, o menino foi levado a uma unidade de saúde com diversos hematomas pelo corpo causados por agressões, segundo os médicos.

De acordo com o boletim de ocorrência, o caso ocorreu por volta das 19h40 de ontem. Foi a namorada da mãe do garoto que o levou para o hospital e, em seguida, o abandonou. A criança já chegou morta à unidade de saúde.

O secretário de saúde da cidade acionou a Polícia Militar, que foi até a casa onde as duas moram e as encontrou na rua.

As suspeitas foram levadas para a delegacia de Polícia Civil. Lá, já haviam denúncias anônimas relatando que o casal constantemente agredia a criança. O avô do menino inclusive ligou para os agentes e também confirmou as acusações para os policiais.

crianca

Fêmur de menino foi quebrado após ele ser atropelado pela namorada da mãe

A namorada da mãe da vítima, no entanto, alegou que a criança havia reclamado de dores e que ela prestou socorro, levando-a para o Pronto-Atendimento. Segundo a mulher, as escoriações no corpo do menor foram causadas por uma queda de bicicleta. A fratura no fêmur, por sua vez, ela afirmou ser de uma queda do menino durante um jogo de futebol.

Porém, segundo o BO, quando terminavam o registro da ocorrência, duas testemunhas chegaram na delegacia e disseram que a fratura no fêmur da criança era proveniente de um atropelamento causado pela madrasta, que o prensou no portão da casa.

Contaram ainda que, após o acidente, o pai levou o menino para Cuiabá devido à gravidade da lesão e que os médicos afirmaram a ele que o machucado havia sido causado por atropelamento, uma vez que o fêmur do menino estava quebrado em vários locais.

As testemunhas disseram ainda que o pai sabia das agressões e que havia enviado a eles foto da criança também com a costela quebrada.

Diante da denúncia, a mãe do menino e a namorada dela foram presas acusadas de homicídio doloso, tortura cometida contra criança, maus-tratos com resultado de morte e omissão de socorro.

Um inquérito deve ser instaurado para investigar o caso. O Conselho Tutelar também foi chamado para acompanhar a ocorrência.

Fonte:Jad Laranjeira- Mídia News