Segunda Feira,22 de Abril de 2019 São 00h58

ECONOMIA CIDADES GERAL POLÍCIA POLÍTICA ESPORTE ENTRETENIMENTO DESTAQUE SOCIAL EDITORIAL PUBLICAÇÕES

PÁGINA INICIAL

FALE CONOSCO

Mulher que "encontrou" recém-nascido em Colíder é mãe da criança, diz polícia

10/04/2019 - 15:46:24

Suspeita pode ser acusada de abandono de incapaz; foi o marido quem revelou a história

A Polícia Judiciária Civil identificou a mãe da bebê recém-nascida que supostamente foi encontrada em frente a uma casa na beira da estrada, na tarde de sexta-feira (05.04), em Colíder (650 km ao Norte). A mãe da recém-nascida foi identificada como a mulher que inicialmente disse ter encontrado a criança.

A suspeita M.N.D.B.S. ainda não foi ouvida, e deve responder pelo crime de abandono de incapaz majorado pelo fato de ter sido praticado pela própria mãe da criança.

As investigações iniciaram após o Conselho Tutelar acionar a Polícia Militar para relatar que uma criança recém-nascida foi entregue no Hospital Regional, por uma senhora. Aos policiais, a mulher afirmou ter recebido o bebê de uma amiga que o encontrou na porta de casa e pelas circunstâncias a criança havia nascido há poucas horas, sendo levada ao hospital pela testemunha para os devidos cuidados médicos.

Com base nas informações fornecidas pela testemunha, os policiais foram até a Estrada do CTG, local em que a criança teria sido achada. No endereço, os policiais foram recebidos por M.N.D.B.S. que contou ter encontrado a recém-nascida, relatando que durante a madrugada acordou com o latido do seu cachorro, e quando foi verificar o motivo encontrou a criança, em frente a sua casa, ao lado da estrada.

Durante as investigações, a equipe da Polícia Civil descobriu que a versão contada por M.N.D.B.S. não era verdadeira e que ela era mãe da criança. O pai também foi identificado e ouvido na Delegacia de Colíder pelo delegado Ruy Guilherme Peral da Silva, relatando que ele e a esposa possuem outros quatro filhos e que a companheira entrou em trabalho de parto na madrugada de sexta-feira (05).

Segundo o pai da criança, a mãe não estava em seu estado normal quando entregou a recém-nascida a amiga e  que ela quer sim ficar com a filha. O bebê continua no Hospital Regional de Colíder recebendo os devidos cuidados médico e apresentando ótimo estado de saúde. A mãe deve ser ouvida ainda essa semana na Delegacia de Colíder.

Texto: PJC/Polícia Judiciária Civil de MT/Assessoria

Fonte:PJC